Comunicação

Fundação da agência Ad/Ag, de Luiz Celso Piratininga e Ramon Chust. Ulisses, como diretor de criação aos 19 anos e, mais importante, com cabelos.

Dupla de Criação, literalmente, atendendo às agências de propaganda como Talent. À esquerda, Jarbas de Souza, em estilo bigodão de pancho villa.

Jarbas Propaganda, outra agência pequena e brilhante, já começa detonando com talvez o primeiro comercial da propaganda brasileira com trilha musical serialista. Criação e letra de Ulisses Tavares. A letra é esta: “Patrão!” Marcou a virada da Folha de São Paulo pra cima do Estadão

Foi um ano bacana para a Jarbas. Mudou-se para uma bela casa nos Jardins, SP, e viu seu principal cliente, a Folha de São Paulo, passar a liderança nacional. Jarbas e Ulisses sempre gostaram de criar cartões postais, a qualquer pretexto. Não só de Natal, como este. Um deles saudava a volta dos sabiás para as jabuticabeiras do quintal da agência.

Na Almap, de Alex Periscinoto, tantos prêmios nacionais e internacionais que mal dava tempo de fazer propaganda deles. Dentre outras, a do carro Brasília brilhou por anos.

O Clube de Criação de São Paulo foi fundado em 1975. Por criativos de Sampa, claro. Não sei quem fez este anúncio, mas foi simpático um dos maiores e mais criativos anunciantes do Brasil homenagear os principais criadores de seus anúncios e comerciais. De minha parte, até me surpreendi pois, afinal, nós, redatores e diretores de arte, estamos acostumados a ficar nos bastidores. Nosso trabalho é fazer apenas a propaganda brilhar.

Sócio fundador e diretor de criação da Spot, com Roberto Grad (planejamento) e Paulo Ernesto Nesti (diretor de arte), agência que marcou época, com pequenos clientes e grandes campanhas. Isso entre 1975 e 1978.

Anúncio de oportunidade para a Rádio Record. Amyr Klink realizava sozinho, em canoa, suas primeiras aventuras nas águas em 1978. Jarbas Propaganda.

Finalzinho de 1990, Ulisses  deixa a Thompson do Rio de Janeiro e assume a Lintas-SP  no lugar de Ciro Pellicano (este indo para a Itália). Ainda deu tempo de criar o cartão de Natal da agência utilizando a raspadinha, bruta novidade da época. Um cartão de Natal que, se premiou alguém, não se sabe, rs. Mas impactou.

Pôster da Lintas comemorando Dia da Imprensa. A piada de que jornal de ontem só serve para embrulhar peixe, recriada por Ulisses e sua dupla, o diretor de arte Carlos Alberto Rocca.1991.

Na temporada carioca na JW Thompson RJ (1986-1990), Ulisses teve o prazer de trabalhar com um equipe constituida apenas de diretores de criação, reunidos por Ivan Peter Stoy. Nunca havia se visto isso antes: 16 profissionais, entre redatores e diretores de arte, todos com anos de prêmios e experiência, capturados em agencias de MG, SP etc. O resultado não poderia ser outro, justificando o investimento: cases de sucesso, campanhas memoráveis,  prêmios e prêmios e mais prêmios.

Ping…
Bons anúncios de oportunidade não dependem tanto do tamanho da agência. Este de uma bem pequena, na verdade um estúdio fornecedor de campanhas para as agencias com pouca estrutura, o A La Carte.

Pong…
E este de uma agencia bem grande.

No final da década de 70, deu um surto nos jovens criativos publicitários e os mais aventureiros tentaram a vida no campo. Apenas na região de Piedade, São Paulo, se instalaram Ulisses, Márcio Cortez, Elifas Andreato, Paulo de Andrade e muitos outros. Ulisses montou uma granja enorme e, sem experiência e com o setor em crise, ainda tentou conciliar propaganda e poedeiras. Mas o ovo não parou em pé, rs.

A Gráfica Repro sempre apostou na criatividade para se comunicar com seus clientes principais, os criativos publicitários. Ulisses criou muitas de suas  peças. Uma delas um calendário enorme, com magníficas ilustrações de Cláudio Sendim, feito no Estúdio A La Carte, fundado por Ulisses e Tse John Chien.

Ulisses, como estrategista de marketing, participou ativamente do lançamento e implementação do SBT Online, o concorrente direto do Uol na infância da internet privada do Brasil depois do fim do monopólio estatal desastroso da Embratel. Uma agencia pequena mas aguerrida, a Contraste, da Helena Flauzino, fez um belo trabalho. O Clube Sol (depois copiado, até hoje, por todos provedores de web) marcou e mostrou o caminho. Bela guerra de marketing e comunicação que só terminou quando titio Silvio Santos resolveu sair dessa área, no auge. Mas Ulisses aprendeu tanto que, depois, se tornou professor-certificador da Impacta Tecnologia e primeiro professor de web business de pós-graduação na América Latina, na Fiap.

De lá da FCB-Siboney, mais uma peça (anúncio e pôster) para o Dia da Imprensa.

Tenho a leve impressão que esta Central de Compras foi a pioneira e fonte de inspiração para os sites tipo Buscapé, Bondfaro, Mercado Livre etc que abundam hoje na web.

Demos belas emplacadas na Jarbas Propaganda. Mas a da Folha de São Paulo e do Café Pelé marcaram a temporada.

Uma série de comerciais exibidos nos cinemas, com uma pegadinha: os atores pareciam estar ali ao vivo! Débora Bloch, entre eles. Produzido pela Beca Filmes, criação da agencia Bernardes & Tavares, do Robison Bernardes e do Ulisses Tavares.

A Linxfilm foi uma grande produtora de comerciais, ninguém pode negar. E uma grande puxasaca, rs.

A televisão brasileira sempre bem intencionada…mas o telespectador quer é porcaria mesmo.