Automóveis & Cia

Quem lembra do automóvel Brasília levante a mão. Mas não precisa levantar tanto senão dá bandeira do DNA (Data de Nascimento Antiga). Lançado em 1973, o Brasilia logo se tornou o segundo carro favorito dos brasileiros (o primeiro continuou sendo o Fusca). A Almap criou a campanha de lançamento e continuou criando muitas outras, pois o Brasilia rodou mais dez anos. Dentre muitos, Ulisses gosta de lembrar deste, que criou logo ao entrar na equipe de Alex Pericinoto.

Ao revirar o portfólio para colocar neste site, Ulisses descobre algumas ironias da vida: para quem detesta carros, até que os carros parecem gostar dele, rs. Esta campanha foi no lançamento do Dodge 1800, na Ad/Ag, um trambolhinho da Chrysler, que durou de 1973 até 1976 e já foi tarde. Bebia uma gasolina de esvaziar o posto. Os mecânicos gostavam de consertá-lo, porém.

Esta campanha também é da memória da Almap-SP: Variant, uma peruinha valente com motor atrás (uma discoteca nos ouvidos dos passageiros, rs). A filhote dela, Variant II, vendeu bem durante os anos 70 até também morrer de velha.

Baseado no lendário Mustang, o Ford Maverick chegou arrebentando (no bom sentido). Lançamento em grande estilo pela JWT-SP em maio de 1973. As fotos e filmagens foram feitas na Colômbia, pela luminosidade natural constante, mas as peças foram criadas aqui mesmo por Ulisses e José Fontoura da Costa.

A legendária Proeme, do maluco beleza Enio Mainardi, foi o segundo emprego de Ulisses, após abandonar o jornalismo em 1970. Celeiro de feras, o neófito sempre pegava carona nas campanhas (criando algumas peças) e, com isso, também pegou carona na montanha de prêmios da Proeme. Nada como ter bons mestres pois, em seguida, Ulisses decolou, já como diretor de criação.

A revendedora ficava no bairro do Belém, São Paulo. Por ilação, estrela do Belém, dos reis magos, e por fantasia publicitária uma estrela de cinema. Forçado, mas colou e decolou. Na Ad/Ag, em dupla com Ramon Chust.

Criado na quarta fase da agência de Roberto Grad, 1988. Parceria com Spencer Cinghotti.

Idem legenda anterior.

Outra revendedora paulistana.Campanha criada na fase Grad Propaganda.

Parece que foi a primeira campanha (da Grad) a lançar o conceito de blindagem de carro no Brasil. Atualmente não é preciso convencer ninguém dessa necessidade, infelizmente.

Ok, a campanha que criamos pela JWT para o novo da caminhão Ford  deu super certo, tudo bem. O engraçado é que, na campanha inicial proposta, o conceito era, literalmente, o conceito: “Nada mais avançado em matéria de caminhões. Nada melhor.” Acontece que durante a pesquisa prévia de disaster-checking  (uma forma de saber o que o público alvo acha) os caminhoneiros entenderam a mensagem na lata: o novo caminhão não era nem avançado, nem melhor. Conclusão: por que deveriam comprar essa coisa? O freguês sempre tem razão. Mudamos de rumo.

Uma delícia de campanha para criar e, principalmente, acompanhar as fotos dos anúncios. Mulheres bonitas, mar, sol e sal. Tempos da Spot Propaganda.

Foram 4 anos criando a comunicação da Esso, pela JWT-RJ, em suas necessidades  variáveis, institucionais e varejisticas. Um anunciante tranqüilo, prazeroso, profissional ao extremo. Selecionei só 3 peças dentre dezenas.

A Esso tinha finalmente abandonado suas décadas apoiadas no tigre da Esso! E coube ao Ulisses e ao Shima criarem e desdobrarem o conceito “Esso com você.”. Uma espécie de coca-cola isso é que é no território das gasolinas. Entrou para a história da propaganda como reposicionamento bem sucedido.

Uma campanha que não foi furada, rs. Afinal, Flat Free protege os pneus contra furos.

A vida é mesmo escrita por linhas tortas. Nosso ator principal dos comerciais da concessionária Comdovel faleceu quando a campanha foi ao ar. E, pior, morreu de obesidade mórbida. E olha que nos comerciais seu papel era se empanturrar de pizzas diante da televisão…Uau!