Antologias

O NEGRO EM VERSOS
180 pgs – Editora Salamandra

Prêmios – Altamente recomendável – FNLIJ – 2005 – Destaque Seleção FNLIJ – Antologias – 2006

O negro em versos, que a Editora Moderna (selo Salamandra) ora apresenta ao público em geral, mas sobretudo ao estudante que deseja saber como se expressa o escritor afro-brasileiro nesse país, é mais um passo rumo ao que podemos chamar de consolidação do negro como tema em nossas Letras. Esta obra parece-nos, é, no momento, a mais abrangente reunião de poemas de autores afro-brasileiros dizendo de si mesmos ao longo da História.

PONTE DE VERSOS – 4 anos – uma antologia carioca
272 pgs – Org. por Thereza Motta e Ricardo Ruiz – Editora Íbis Libris

Carioca mas com poetas de todos os Estados.

Entre os 72 poetas reunidos, estão autores de várias partes do Brasil, que se apresentaram neste grande evento carioca que acontece no Rio de Janeiro desde 1999 em livrarias importantes como DaConde, Leblon. Muitos poemas são inéditos ou já publicados, que ganharam nova voz durante as leituras documentadas neste livro. Prefácio de Gilson Maurity.

FUI EU
56 pgs – Pintura de Valdir Rocha – Editora Escrituras

Uma imagem vale por quantas palavras?

Esta antologia é resultado de um projeto coordenado pela poetisa paulista Eunice Arruda, e que resultou da visão poética de 41 poetas maiores, em torno de uma única tela do artista plástico autodidata Valdir Rocha – a de uma cabeça máscara em amarelo-ouro, destacando-se de um fundo negro (…) olhos enormes, abertos e de pupilas atentas, sendo o centro de força da tela e tambem o maior desafio à poesia dos escolhidos: Cláudio Willer,  Paes Loureiro, Maria Rita Kehl, Orides Fontela, Renata Pallotini e outros poetas antenados como Ulisses Tavares.

PAIXÃO POR SÃO PAULO
184 pgs – Organizada por Luiz Guedes – Editora Terceiro Nome

Uma relação de amor e ódio entre a cidade e seus poetas.

Setenta poetas olham a cidade nesta antologia organizada por Luiz Roberto Guedes. Privilegiando os artistas da palavra, o livro inclui desde a poética ítalo-macarrônica de Juó Bananére à Paulicéia de Mário de Andrade, do olhar antropofágico de Oswald de Andrade à construção/desconstrução de Augusto de Campos e à formalidade informal de Glauco Mattoso e irreverência de Ulisses Tavares, buscando, pelo olhar dos poetas, a dimensão de São Paulo refletida no coração dos que tornam a cidade mais humana.

POESIA NA TRIBO – VOL. 1
112 pgs – Poemas de Alice Ruiz, Leila Miccolis, Mário Pirata, Martha Medeiros, Ricardo Silvestrin, Touché e Ulisses Tavares – Editora da Tribo

Poetas da Tribo batendo os tambores para seu coração.

Este livro é o primeiro de uma série em que pretendemos apresentar poetas, como Ulisses Tavares, que têm nos emocionado com seu trabalho.
Esperamos através desta coleção, contribuir para a divulgação destas pessoas e de suas obras, levando até você, um pouco de toda a beleza, que tivemos acesso nestes anos.

PASTORES DE VIRGÍLIO – A literatura na voz de seus poetas e escritores
Escrituras Editora

Autor de mais de 50 livros, entre poesia, romances, novelas, contos, ensaios, entrevistas literárias, crônicas e ainda peças de teatro, o poeta Álvaro Alves de Faria, um dos nomes mais significativos da Geração 60 da Poesia Brasileira, apresenta no livro Pastores de Virgílio (Escrituras Editora) o pensamento de poetas e escritores – 38 brasileiros e dois portugueses -, o que representa um documento de época da literatura deste país.